A nova política de pescas da UE pode incentivar o mercado negro

A nova política de pescas da UE pode incentivar o mercado negro

A grande quantidade de pesca rejeitada é um dos pontos fracos da Política Comum de Pescas da UE. A nova reforma procura corrigir isto obrigando a que todas as capturas sejam desembarcadas nos portos, incluindo as capturas acessórias. No entanto, os cientistas do Instituto Espanhol de Oceanografia (IEO) advertem num relatório ao Parlamento que isso pode não ser efetivo para a redução das capturas acessórias e, por sua vez, pode agravar a pesca de peixes imaturos.

A obrigação de trazer esses peixes para o porto, que até agora eram rejeitados e que com a aplicação da nova lei se transformariam em farinha de peixe, poderia tornar comercialmente atractiva a sua pesca. Além disso, facilitaria o mercado negro de imaturos, já que será normal o seu transporte no porão dos navios, o que torna dificultará o seu controle.

Mais informação:  http://www.ieo.es/web/ieo

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.