As chaves para a evolução da cabeça humana em uma anêmona marinha sem cérebro

As chaves para a evolução da cabeça humana em uma anêmona marinha sem cérebro

Cientistas do Sars Centre, na Noruega, descobriram alguns mistérios sobre a evolução da cabeça nos animais bilaterados (em que o Homem está incluído). Nestes animais, a cabeça surge na extremidade anterior do eixo principal do corpo e é o local onde se concentra o tecido nervoso que dá origem ao cérebro. Sendo os cnidários considerados um grupo irmão dos bilaterados, não é claro que parte do seu corpo corresponde à região anterior destes últimos. Para o fazer, os cientistas noruegueses estudaram uma anémona do mar da espécie Nematostella vectensis e analisaram o seu genoma em busca dos genes que controlam o desenvolvimento da cabeça. Os resultados obtidos suportam a hipótese de que a região anterior dos bilaterados, onde se forma a cabeça, e a região aboral dos cnidários derivam da mesma região corporal do seu antepassado comum e, como tal, serão homólogas.

A descoberta, publicada na última edição da revista PLoS Biology, apoia a ideia de que o repositório de genes é muito semelhante em todos os animais, abre uma porta para a compreensão do desenvolvimento evolutivo da cabeça em animais superiores e sugere que o sistema básico para o desenvolvimento da cabeça será anterior ao aparecimento do cérebro dos bilaterados.

Mais informação: http://www.plosbiology.org/article/info%3Adoi%2F10.1371%2Fjournal.pbio.1001488

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.