Os temporais contínuos arrastam aves marinhas para as costas cantábricas e galegas

Os temporais contínuos arrastam aves marinhas para as costas cantábricas e galegas

Centenas de aves foram afectadas pelas tempestades que varreram o mar Cantábrico e a Galiza nas últimas semanas, segundo informações da organização ambientalista SEO/BirdLife, Através do projecto FAME, esta organização tem em curso uma campanha para localizar, recolher e recuperar esses exemplares.

“A vida das aves no alto mar é complicada, especialmente para as espécies com menos de um quilo de peso. Esse esforço pela sobrevivência está a tornar-se evidente nestes dias no mar Cantábrico, já que entre cada temporal se podem encontrar aves que chegam às praias esgotadas ou mortas” assegura a SEO/BirdLife.

As mais afectadas são os alcídeos como a torda-mergulheira, o arau-comum e o papagaio-do-mar, espécies que passam o inverno no mar e que ficam sem energia por ter de suportar tantos dias de chuva, vento e ondulação forte. Estas condições meteorológicas extremas impede-as ainda de se alimentar, o que complica ainda mais a sua sobrevivência

Mais informação: http://www.seo.org/2014/02/13/las-otras-victimas-de-los-temporales/

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.