As zonas mortas do oceano são ainda mais prejudiciais para a vida marinha que se pensaba

As zonas mortas do oceano são ainda mais prejudiciais para a vida marinha que se pensaba

Um estudo realizado pelo professor Christopher Gobler, da School of Marine & Atmospheric Scientes da Stony Brook University, em Nova York, mostra que as zonas mortas do oceano, regiões com níveis tão baixos de oxigênio que não podem suportar a vida marinha, também sofrem baixos níveis de pH, acrescentando uma ameaça anteriormente não considerada à vida oceânica nessas áreas.

O estudo, publicado na revista PLoS One, indica os experimentos realizados por Christopher Glober e os seus colegas, detalhando como os efeitos combinados dos baixos níveis de oxigênio e pH na água tem um impacto ainda maior sobre as taxas de mortalidade e os baixos níveis de crescimento das espécies marinhas.

Mais informação: http://sb.cc.stonybrook.edu/news/general/PLOSone.php

1Comment