Berbigões, cação, espadarte e mexilhões são as espécies que com mais acumulação de metais tóxicos

Berbigões, cação, espadarte e mexilhões são as espécies que com mais acumulação de metais tóxicos

Um estudo realizado no Departamento de Medicina Legal, Toxicología y Antropología Física, da Universidade de Granada, o mais amplio realizado até agora em Espanha, tem analisado os níveis de metais tóxicos em peixes e mariscos.

Cações, espadarte, mexilhões e berbigões são as espécies de peixes e moluscos que acumulam maiores quantidades de metais tóxicos, como mercúrio e chumbo. Por contraste, o panga (tradicionalmente considerada uma das espécies mais poluídas) e o bacalhau congelado são os dois tipos de peixes mais seguros para o consumo.

Este é o resultado de um estudo realizado pela Universidade de Granada (UGR), publicado na revista Environment International, que analisou um total de 485 amostras de 43 espécies diferentes, das quais 25 eram de peixe fresco, 12 conservas de peixe e 6 peixe congelado.

Mais informação: http://bit.ly/19tDvvh

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.